7 exames que os homens devem fazer anualmente

exames que homens devem fazer anualmente

Enquanto as mulheres parecem cuidar mais da saúde, os homens ainda precisam adquirir o hábito de irem mais ao médico, principalmente para realizar um check-up preventivo.

A recomendação geral é que todos os homens, na idade adulta, consultem-se com um urologista para a realização dos seguintes exames. Acompanhe!

Exames de sangue

Os exames de sangue estão entre os exames mais solicitados pelos médicos, dada a simplicidade com que são feitos e sua possibilidade de verificar a presença de diversas doenças.

Dentre os tipos de exames mais comuns, estão:

  • Hemograma: examina os principais componentes do sangue (hemácias, leucócitos e plaquetas), muito útil para verificar a saúde de uma forma geral e detectar a possibilidade de distúrbios diversos, como anemia, doenças autoimunes e infecciosas.
  • Triglicérides e dosagem do colesterol: avaliam o metabolismo das gorduras no organismo, auxiliando principalmente no diagnóstico de doenças cardiovasculares.
  • Glicemia em jejum: mede a concentração de glicose no sangue após um período em jejum, muito útil para o rastreamento da diabetes tipo 2, que não costuma apresentar sintomas iniciais.
  • Exames de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) — como HIV, Gonorreia, Sífilis e Hepatite B —, que são determinantes para um tratamento precoce e eficaz, de modo a curar ou controlar o avanço de tais doenças.

Leia também: 6 sinais de alerta para a sua saúde

Exame de urina

Outro exame simples que os homens podem realizar anualmente é o da urina. Ele é bastante útil para identificar possíveis infecções urinárias, doenças renais, diabetes, hepatites e doenças diversas que podem acometer o fígado.

O exame pode ser feito anualmente ou sob orientação médica, principalmente na presença de sintomas, como: aumento da frequência urinária, dores ou ardência ao urinar, e alteração da cor da urina.

Exame de fezes

Assim como o exame de urina, o exame de fezes corresponde a um dos mais tradicionais exames médicos, que não possuem contraindicações. A análise das fezes é útil para investigar dores recorrentes no abdômen e para identificar possíveis parasitas no sistema digestivo.

Ele ainda serve para investigar a presença de sangue oculto, indicando desde problemas comuns que podem estar ocorrendo (como uma irritação na mucosa intestinal) até possíveis cânceres no trato gastrintestinal.

Exames de avaliação pulmonar

O tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). E, no Brasil, a população masculina é a que mais consome o tabaco, de acordo com o Ministério da Saúde.

Por isso, fumantes devem ficar ainda mais atentos aos cuidados com a saúde, a fim de prevenir possíveis doenças decorrentes do tabagismo, como a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), o infarto do miocárdio, a insuficiência vascular periférica, e até os cânceres de pulmão, boca e laringe.

Os exames iniciais mais indicados são o de Raio-X de tórax e exames que avaliam a função pulmonar (entre eles, a espirometria e a oximetria de pulso). Dependendo de cada caso individual, podem ser necessários exames mais específicos, como marcadores tumorais sanguíneos e tomografia do tórax, a fim de identificar problemas mais graves, como tumores.

Leia também: Ansiedade: o que é e como evitá-la?

Teste ergométrico

O teste ergométrico na esteira também é outro exame bastante comum, e que, de modo geral, todos podem realizar para avaliar o funcionamento cardiovascular. Ele é bastante útil para identificar precocemente possíveis doenças do coração, entre eles o infarto do miocárdio — que pode não apresentar sintomas recorrentes.

Durante o teste ergométrico, eletrodos colocados sobre a pele captam sinais elétricos sobre a frequência e o ritmo cardíaco do paciente. Antes do teste, porém, o médico avalia o seu histórico clínico, e define a intensidade do esforço que ele deve despender na esteira.

Aproveite e leia também este artigo: Doenças cardíacas mais comuns e seus sintomas

Avaliação do fígado

Dados da OMS mostram que o consumo de álcool no Brasil aumentou em cerca de 43,5% entre 2006 e 2016, e que os jovens passam a consumi-lo cada vez mais cedo.

Nesse sentido, é muito importante também realizar exames para avaliar o funcionamento do fígado, principalmente nos homens que consomem bebidas alcoólicas com frequência.

Entre os principais exames estão as transaminase (TGO, TGP) e o Gama GT, que podem ser bastante eficazes para diagnosticar, principalmente, doenças hepáticas.

O médico poderá indicar o exame mais adequado, de acordo com a necessidade e com base na análise clínica do seu histórico pessoal, familiar e de exames anteriormente realizados.

Exame de Próstata

O exame mais importante a ser realizado pelos homens — a partir dos 40 anos — é o da próstata, por meio do Toque Retal e do exame de sangue que avalia a dosagem do PSA. A sua importância se baseia em um dado muito preocupante: o câncer de próstata é o mais comum entre a população masculina, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Vale destacar, ainda, que, em caso de histórico familiar de câncer de próstata, o homem deverá realizá-lo a partir dos 35 anos.

O que devo fazer para solicitar um exame?

Para realizar os exames listados neste artigo, o mais recomendado é que você procure um médico para que ele faça uma avaliação geral da sua saúde, e uma análise clínica do seu histórico pessoal e familiar.

Dependendo da avaliação, ele poderá indicar um ou mais dos exames listados, orientando-o sobre a periodicidade com que eles devem ser feitos.

Caso queira agendar uma consulta, clique aqui e conheça os médicos disponíveis no Clique Médicos, uma plataforma online que conecta pacientes, clínicas e médicos especialistas. No Clique Médicos, suas consultas saem mais baratas, sendo uma alternativa mais acessível para que você mantenha os cuidados com a sua saúde.

Precisa de ajuda para marcar a sua consulta? Então confira o passo a passo que preparamos: Como agendar uma consulta no Clique Médicos? Tire todas as suas dúvidas aqui!

Leia também: 

Quando devo realizar um check-up médico?

Quais as alternativas para quem não possui plano de saúde?

2 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo